segunda-feira, setembro 19, 2011

DEUS ESTÁ Á PROCURA DOS SEUS VERDADEIROS ADORADORES


Ó, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do SENHOR que nos criou. Porque ele é o nosso Deus, e nós povo do seu pasto e ovelhas da sua mão. Se hoje ouvirdes a sua voz. (Salmos 95.6-7).
Podemos observar que Todas as coisas que foram criadas por Deus com o objetivo Dele receber toda glória e todo louvor, inclusive o nosso louvor.

Moços e moças, velhos e crianças. Louvem o nome do SENHOR, pois só o seu nome é exaltado; a sua glória está sobre a terra e o céu. (Salmos 114.12-13)
Já que nós temos uma facilidade para se apegar, amar e desejar boas coisas, nada mais justo adorar à aquele que é a fonte de todo amor e bondade que existe.

Ou cuidais vós que em vão diz a Escritura: O Espírito que em nós habita tem ciúmes? (Tiago 4.5)
Quando deixamos de louvar ao Senhor Deus para louvarmos qualquer outra coisa, provocamos ciúmes Nele. Igualmente como se um marido cedesse sua esposa para outro homem ter intimidade com ela, e ficasse assistindo tudo de “camarote”.
Ciúme, de acordo com a bíblia, significa a disposição ou atitude que não tolera a infidelidade. Neste sentido Deus é zeloso, tem ciúmes e exige que os seus seguidores O adorem somente. Ninguém gosta de ficar sem a recompensa pelo seu trabalho, o mínimo que podemos fazer ao Senhor Deus para agradecer-LHE é exaltar verdadeiramente Seu nome e amá-LO sobre todas as coisas assim como os mandamentos instituídos por Ele próprio, deixando de lado os demais deuses criados pela mente do homem.

ENTÃO falou Deus todas estas palavras, dizendo: Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito, da casa da servidão. Não terás outros deuses diante de mim. Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam. (Êxodo 20.1-5),

Deus tem observado a Terra e tem se deparado com uma situação complicada, constrangedora. Tem notado que suas criaturas tem negado adoração a Ele. Por isso está a procura de pessoas que lhe entreguem um verdadeiro louvor e uma verdadeira adoração. Ao invés Ele tem visto “Falsos Adoradores”, que tem O buscado com interesses financeiros, meios de trocas, favorecimentos etc.
O Falso adorador, só adora ao Senhor Deus em três hipóteses:
SI, QUANDO E PORQUE..
Si... for abençoado primeiro, Quando... Deus ouvi-lo e atendê-lo, Porque... quer alguma coisa Dele !!!
Quando dependemos de alguma coisa para adorar a Deus estamos sendo falsos e imprestáveis, pois já que fomos criados para o adorar e não estamos assim o fazendo, infelizmente não servimos para nada. Assim como um automóvel sem o motor não presta para nada, não serve, pois não faz a função para qual foi criado, assim também nos, quando damos nosso louvor a outros que não seja o Senhor Deus, também nos encontramos nas mesmas situações.

Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. (João 4.23-24)
Muitas pessoas têm amado, seguido e adorado apenas os deuses de madeira e bronze, as religiões, seitas e heresias, outros tem louvado a si mesmo, ao pecado, e ao diabo. Deus por outro lado, procura no homem uma adoração incondicional, sem querer nada em troca, esta é a verdadeira oração. Um verdadeiro adorador não é aquele que freqüenta uma determinada religião, que é um expectador, que sabe cantar hinos à Deus, mas sim, aquele que obedece aos mandamentos do Pai, quer a pessoa goste ou não. Um verdadeiro adorador não mede esforços para falar do amor de Deus ao próximo, não mede esforços em resistir ao pecado e as tentações, luta dia após dia levando sua cruz, caminhado em direção ao céu.
"Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém." (Romanos 1.25)
Na bíblia Sagrada podemos encontrar um grande exemplo de adoração, no relato de três jovens servos de Deus que foram levados escravos pelo Rei Nabucodonosor para a Babilônia. Onde mesmo estando com risco de perderem suas vidas, porém não se prostraram diante da estátua do Rei e se mantiveram firmes nos mandamentos de Deus e

Agora, pois, se estais prontos, quando ouvirdes o som da buzina, da flauta, da harpa, da sambuca, do saltério, da gaita de foles, e de toda a espécie de música, para vos prostrardes e adorardes a estátua que fiz, bom é; mas, se não a adorardes, sereis lançados, na mesma hora, dentro da fornalha de fogo ardente. E quem é o Deus que vos poderá livrar das minhas mãos? Responderam Sadraque, Mesaque e Abednego, e disseram ao rei Nabucodonosor: Não necessitamos de te responder sobre este negócio. Eis que o nosso Deus, a quem nós servimos, é que nos pode livrar; ele nos livrará da fornalha de fogo ardente, e da tua mão, ó rei. E, se não, fica sabendo ó rei, que não serviremos a teus deuses nem adoraremos a estátua de ouro que levantaste. (Daniel 3.15-16).
Mesmo firmes nos mandamentos de Deus, foram lançados na fornalha aquecida ainda mais, porém, não tiveram dano algum, não sofreram nenhuma queimadura, nem mesmo um fio de cabelo foi queimado deles. Deus vendo sua adoração e obediência enviou o seu anjo para livrá-los da morte certa.
Da mesma forma hoje, o Senhor Deus tem buscado neste mundo pessoas que tenham a mesma disposição, o mesmo amor e obediência aos Seus mandamentos. Porém tem encontrado pessoas ingratas, soberbas, amantes de si mesmas, amantes das práticas do mundo, cumpridores das obras malignas de satanás e tem se entristecido muito. A falta de verdadeiros adoradores tem impedido o evangelho ser pregado e de chegar aos lugares remotos, impossibilitando a segunda vinda de Cristo para buscar a sua noiva, a igreja.

"Então disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás."  (Mateus 4.10)
Devemos tomar a mesma atitude de Jesus diante das tentações do diabo, temos que repreendê-LO usando do nome de Jesus e expulsando-O de nosso caminho.
Quando agimos desta maneira o nome de Deus é louvado e facilitamos o trabalho árduo ao qual o Senhor Deus tem feito em vasculhar incansavelmente à Terra a procura dos Seus Verdadeiros Adoradores.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário